STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

16/04/2012 14h12 - Atualizado em 16/04/2012 15h47

Copa do Mundo é pauta da nova edição do projeto Motores do Desenvolvimento

A 13ª edição do projeto teve início às 9h20 da manhã desta segunda-feira (16) no auditório do hotel Pestana, localizado na Via Costeira da cidade.

Por: Jéssica Guerra

notícias relacionadas

O Seminário Copa do Mundo FIFA de 2014, dividido em blocos de dois turnos, é mais uma edição do veterano projeto Motores do Desenvolvimento. Durante o dia inteiro de hoje, a pauta em evidência no evento é a que mais se tem destacado na mídia nos últimos meses: a Copa do Mundo de 2014 e as suas implicações econômicas e sociais para os potiguares e cidadãos natalenses.

No primeiro bloco temático do evento, que ocorreu na manhã de hoje, diversas autoridades foram ouvidas (veja aqui).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, deu início à programação afirmando que a Copa do Mundo de 2014 deixará três legados para a cidade do Natal, são eles o da infraestrutura urbana, as oportunidades de negócios e os benefícios sociais como um todo.

Na ocasião, Amaro explanou acerca das benfeitorias turísticas que o evento poderá trazer e concluiu dizendo que "existe a Copa dos otimistas, que acreditam nos benefícios que o acontecimento mundial trará ao estado potiguar, e a dos céticos, que afirmam que apenas haverá a substituição de um estádio por outro".

Já o presidente do Sistema Fecomércio/RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, ateve-se às melhorias econômicas que poderão ser geradas através da Copa. "Somente em infraestrutura para mobilidade urbana serão investidos 1,5 bilhões de reais. Somam-se a isso os investimentos na rede hoteleira, que segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis deve atingir cerca de R$ 350 milhões. Então, é estimada a instauração de onze novos grandes hotéis para o setor hoteleiro da cidade", afirma Marcelo Queiroz.

Durante o discurso, o deputado federal Henrique Eduardo Alves ressaltou o fato do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante ser o pioneiro brasileiro em administração e recursos totalmente privados.

No evento, a prefeita da cidade do Natal, Micarla de Sousa, afirmou que a Copa irá trazer inúmeros benefícios para a cidade. "Serão 27 mil novos leitos hoteleiros no ramo turístico. Isso é gratificante já que o setor é responsável por oitenta por cento do Produto Interno Bruto natalense". Além disso, Micarla ressaltou a geração de empregos através da construção civil que, segundo ela, pretende empregar cerca de cinco mil mulheres somente nessa área.

O representante do Ministro dos Esportes Aldo Rebelo, Ricardo Gamyde, e o diretor do escritório da FIFA no Brasil, Fulvio Danilas, também estão presentes no evento.

Números da Copa
São doze grandes arenas esportivas em doze cidades sede, sete terminais de passageiros, trinta e cinco obras em treze aeroportos. Além das obras de infraestrutura que estão e irão ser realizadas nas capitais escolhidas.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo