Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

16/11/2010 18h00

BB lidera mercado de crédito e cresce em financiamento de veículos e imóveis

Carteira do BB é de R$ 339,8 bilhões e banco tem participação de 20% no setor.

notícias relacionadas

 

O Banco do Brasil manteve-se na liderança do mercado de crédito no país, com uma carteira de R$ 339,8 bilhões e participação de 20% no setor, no terceiro trimestre deste ano.

O volume significa um avanço de 4,1% sobre o trimestre anterior e de 19% nos últimos 12 meses. A meta é atingir a liderança também no segmento de empréstimos a pessoas físicas, onde a instituição ocupa a segunda colocação, informou hoje (17) o vice-presidente de Finanças do banco, Ivan Monteiro.

Ele revelou que as movimentações de crédito contribuíram em parte para o lucro líquido de R$ 7,7 bilhões acumulado até o terceiro trimestre deste ano, 28,5% superior ao registrado no período de janeiro a setembro de 2009. E, desde a crise financeira internacional, em 2008, o desempenho tem sido favorecido pela entrada de novos clientes, principalmente pela a migração da população de baixa renda para classe média.

O crédito às pessoas físicas alcançou R$ 107,4 bilhões no terceiro trimestre deste ano, um aumento de 25,3% nos últimos 12 meses e de 6,2% sobre o segundo trimestre. Esse volume corresponde a 31,6% do total de financiamentos.

O crédito consignado lidera o rol de desembolsos à pessoa física, com R$ 42,2 bilhões, uma ampliação de 24,2% nos últimos 12 meses. Já a maior taxa de crescimento se deu nas operações de financiamento imobiliário, que movimentaram R$ 2,5 bilhões: 90,2% a mais. Com a aquisição do Banco Votorantin, o crédito para a compra de veículos também deu um salto expressivo, de 31,4%, somando R$ 25,3 bilhões.

Já o volume concedido às empresas totalizou R$ 140,5 bilhões, montante 20,1% superior ao mesmo trimestre de 2009 e 3,6% maior do que no segundo trimestre deste ano. Só o saldo para capital de giro atingiu R$ 72,6 bilhões, 25,4% acima do registrado há um ano.

O resultado do balanço financeiro também indica melhora acima da média nas taxas de inadimplência. Enquanto no Sistema Financeiro Nacional a taxa de devedores que atrasaram o pagamento mais de três meses ficou em 3,4%, no Banco do Brasil o índice atingiu 2,7%.

De acordo com o diretor de Crédito do BB, Walter Malieni, a maior crescimento entre tomadores de crédito consignado está na faixa de renda entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. Ele acredita em tendência de aumento nas operações no segmento de veículos, já que as projeções da indústria automobilística mostram que as vendas no mercado interno deverão continuar aquecidas.

Monteiro salientou que, para vencer concorrência no disputado segmento de bancos comerciais, o Banco do Brasil tem investido na capacitação profissional e na contratação de 5 mil funcionários, de um total de 10 mil que deverão ser admitidos até 2011.

 

Fonte: Agência Brasil


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo