STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

28/09/2011 14h18 - Atualizado em 28/09/2011 14h45

Animais começam a chegar no Parque Aristófanes Fernandes para a Festa do Boi

A 49ª edição do evento será realizada entre os dias 08 e 15 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

Por: Mara Rochele

notícias relacionadas

Os animais que farão parte da 49ª edição da Festa do Boi já estão começando a chegar ao Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. Os expositores têm até meia-noite da sexta-feira (7) para acomodar os animais nos estábulos ou estandes.

A festa, considerada uma das mais representativas para o agronegócio no cenário nacional, acontece entre os dias 08 e 15 de outubro. A abertura oficial da exposição acontece no primeiro dia de evento, às 17h.

Seguindo a programação do evento, a partir do domingo (9), começa o julgamento dos animais participantes. "O julgamento acontece de acordo com a idade e a categoria de cada animal. Cada raça tem seu regulamento e ao final, serão escolhidos os melhores animais de cada raça", explica o assessor de imprensa Associação de Criadores do Rio Grande do Norte (Anorc), Marcelo Abdon.

De acordo com Abdon, o julgamento dos animais é o ponto alto de uma exposição agropecuária, principalmente em um evento do porte da Festa do Boi. "Já que os animais são escolhidos pela melhor raça, essa competição estimula os criadores e investirem em genética, para que produzam animais o mais perfeito possível".

O leilão de animais costumam gerar um bom lucro para os criadores. Para se ter uma ideia, os animais da raça bovina são vendidos em torno de R$ 30 mil. Já os animais campeões da exposição, que são da raça caprina e ovina, são arrematados no leilão por cerca de R$ 10 mil a R$ 15 mil.

O Rio Grande do Norte é o estado com um dos menores rebanhos do Brasil, mas que supera esse índice no campo da genética. O assessor de imprensa da Anorc, explicou que "em termos de rebanho, os animais no RN não são muito numerosos, mas que em termos de genética, os animais potiguares são alguns dos mais puros de origem".

Exemplo disso foi o que aconteceu na Exposição Agropecuária de Belém, no Pará, realizada na última semana. O criador Camilo Collier, do RN, foi o grande campeão do evento expondo seu animal da guzerá. "Esse momento serve de incentivo aos criadores potiguares que se destacam em eventos nacionais", afirma Abdon.

Durante os oito dias de evento, a Festa do Boi realizada pela Associação de Criadores do Rio Grande do Norte (Anorc) gera em torno de cinco mil empregos diretos e indiretos, e espera receber cerca de 500 mil pessoas, uma expectativa 10% maior em relação ao ano passado.

De acordo com Marcelo Abdon, até a próxima quarta-feira (5) será concluída a montagem dos 300 estandes da feira.

Divulgação


Na quinta-feira (6) a Associação de Criadores do Rio Grande do Norte (Anorc) vai apresentar a programação oficial da Festa do Boi 2011 em entrevista coletiva realizada no Parque Aristófanes Fernandes, Parnamirim, a partir das 8h30.

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo