SSTU

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

12/04/2013 14h27 - Atualizado em 12/04/2013 14h29

Mão Amiga é lançado e vai disponibilizar R$ 4 milhões em crédito em 2013

O Programa Mão Amiga vai atuar inicialmente em Natal e Grande Natal, e tem como objetivo apoiar o empreendedor de forma inédita.

notícias relacionadas

"Esta ajuda é muito importante porque eu vou poder comprar mercadorias, à vista, com um desconto maior do que se eu comprasse a prazo", disse a senhora Lindomar Torres, que é costureira há 22 anos no bairro de Felipe Camarão, e pela primeira vez recebeu uma oportunidade de financiamento, através do Programa Mão Amiga, programa de apoio ao empreendedor, lançado na manhã desta sexta-feira, 12, pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte (Sedec) e em parceria com a Agência de Fomento (AGN).

O Programa Mão Amiga vai atuar inicialmente em Natal e Grande Natal, e tem como objetivo apoiar o empreendedor de forma inédita, para que ele amplie seu negócio, possa se estruturar, e em seguida possa formalizá-lo. Só neste primeiro ano serão disponibilizados R$ 4 milhões em financiamentos, com perspectiva de ampliação. "O crédito que antes só era concedido para quem já tinha o negócio formalizado, chega agora ao autônomo. Chega àquele que já sabe desenvolver uma atividade e não tinha oportunidade", afirmou o diretor presidente da Agência de Fomento, João Augusto da Cunha Melo.

A Governadora Rosalba Ciarlini afirmou que muitas vezes o comerciante deixa de colocar o seu próprio negócio por falta de uma ajuda. "Com o Mão Amiga queremos promover o desenvolvimento social, e o maior apoio que nós podemos dar a uma família é a garantia da renda. É muito bom poder comprar a comida, a roupa, atender as reivindicações dos filhos, com o dinheiro do próprio suor", disse a governadora, citando o exemplo de dona Lindomar, a quem entregou o cheque no valor de R$ 1.500.

De forma simbólica, ela representou todos os beneficiários desta primeira etapa do Programa. "Quando o Mão Amiga chegou ao meu bairro, que eu disse às pessoas que a gente não pagaria juros, ninguém acreditou. Mas eu fui chamando todo mundo, dizendo como era importante para quem quer investir no negócio próprio, e agora todo mundo quer ser beneficiado também", comemorou dona Lindomar, já com o cheque em mãos.

O limite de crédito vai de R$ 300 a R$ 1.500, e para a renovação, o valor pode chegar até R$ 1.700. "E se o beneficiário pagar todas as prestações em dia, ele vai receber o Bônus de Adimplência, com 100% de abatimento dos juros", disse o presidente da AGN.

"E como garantia, nós estamos adotando uma experiência que já é sucesso em outros estados, que é o Aval Solidário, onde os próprios beneficiados de cada comunidade se avalizam entre si, de forma que o crédito é liberado rápido e fácil", completou João Augusto.

A solenidade de lançamento do Programa contou com a presença ainda do secretário de estado do Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, que disse que "quando entregamos um cheque a uma pessoa como dona Lindomar, ela vai ter condições de comprar seu tecido, seus aviamentos, tudo à vista. Assim, vai conseguir otimizar, vai conseguir expandir seu negócio, e em seguida até formalizar. Todo grande empresário começou assim".

 

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo