Prefeitura

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

29/01/2016 16h48

Minha Casa Minha Vida Rural entrega casas no interior potiguar

Cada unidade tem dois quartos, sala, banheiro e cozinha; investimento total chegou a R$ 1 milhão

notícias relacionadas

As primeiras casas do Programa Minha Casa, Minha Vida Rural no município de Boa Saúde, Rio Grande do Norte, foram entregues na última terça-feira (26) para famílias do assentamento Dom Pedro II. As moradias contam com dois quartos, sala, banheiro e cozinha e medem 44 metros quadrados. Cada família foi beneficiada com o crédito habitação no valor de R$ 28,5 mil, totalizando um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão.

Durante a solenidade de inauguração das moradias, a ministra interina do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Maria Fernanda Ramos Coelho, anunciou investimentos na reforma de 196 casas em outros dois assentamentos no Estado que, somados às obras de reforma e aos cartões do Crédito Instalação (Apoio Inicial I) entregues no assentamento, totalizam R$ 4,48 milhões.

O presidente da Associação dos Produtores do Assentamento Dom Pedro II, Jeremias Oliveira dos Santos, falou sobre o futuro da comunidade. “Queremos que essas casas todas tenham um quintal produtivo. E o modelo agroecológico faz parte dos planos do assentamento”, afirmou o agricultor, que acaba de se graduar em Gestão de Cooperativa, juntamente com o filho Mateus, 22 anos, pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).

O assentado Severino Mateus Nunes Filho, 55 anos, recebeu com alegria a chave da casa própria. “Estou muito satisfeito. Morei em barraca, embaixo de lona, pegando chuva. Agora tenho casa e terra para trabalhar”, contou emocionado.

Cartão instalação

No ato da entrega das casas, também foram entregues 38 cartões de Crédito Instalação (Apoio Inicial I), no valor de R$ 2,4 mil cada um, totalizando um investimento de R$ 91,2 mil. A quantia deverá ser investida na compra de alimentos, de materiais para benfeitorias na propriedade e de instrumentos de trabalho.

Os assentados beneficiários terão três anos de carência para começar a pagar. Após 12 meses, devem ser liberados mais R$ 2,8 mil de Crédito Instalação (Apoio Inicial II) para a compra de bens duráveis como animais, carroças e arado.

O assentamento também já foi beneficiado com o parcelamento dos lotes e com a inclusão da área no Cadastro Ambiental Rural (CAR), que é obrigatório para todos os imóveis rurais e tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do País.

 

Fonte: Portal Brasil


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo