Natal Card - Gif Setembro Azul

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

28/07/2015 09h32

Minha Casa Minha Vida já atendeu mais de 97% dos municípios do Rio Grande do Norte

Parcela da população atendida possui renda de até R$ 1.600,00 e paga prestações equivalentes a 5% da renda familiar mensal

notícias relacionadas

O Programa Minha Casa Minha Vida já beneficiou 97,5% dos municípios do estado do Rio Grande do Norte. A parcela da população atendida tem o perfil para a Faixa 1 do programa, ou seja, famílias com renda de até R$ 1.600,00, que pagam prestações equivalentes a 5% da renda familiar mensal.

De acordo com a Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério das Cidades, dos 167 municípios do Estado, 163 foram beneficiados com 90.530 moradias, no valor de R$ 6,01 bilhões, sendo R$ 1,34 bilhão referente às realizadas para a Faixa 1. Ainda na Faixa 1 do Programa, há 12.895 unidades em andamento em todo o estado.

O Minha Casa Minha Vida já contratou, em todo o Brasil, mais de 3,9 milhões de unidades habitacionais, com um investimento total de aproximadamente R$ 265 bilhões. Em breve, o governo federal irá lançar a Fase 3 do Programa, com mais 3 milhões de contratações em todo o País.

 

Casa própria

O Minha Casa Minha Vida foi lançado em março de 2009 pelo governo federal para permitir o acesso à casa própria para famílias de baixa renda. Além do objetivo social, o programa gerou emprego e renda, nos últimos anos, por meio do incremento da cadeia produtiva do setor da construção civil. O MCMV subsidia a aquisição da casa/apartamento próprio para famílias com renda até R$ 1,6 mil e facilita as condições de acesso ao imóvel para famílias com renda até R$ 5 mil.

A principal condição para uma família adquirir um imóvel por meio do MCMV é estar enquadrada nas faixas de renda previstas no programa. As famílias com renda bruta mensal de até R$ 5 mil podem participar do programa, desde que não possuam casa própria ou financiamento em qualquer unidade da federação, ou tenham recebido anteriormente benefícios de natureza habitacional do governo federal.

A seleção dos beneficiários é de responsabilidade das prefeituras para as famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil. Os interessados devem se cadastrar na sede administrativa do município. Nas outras duas faixas de renda, a contratação é feita diretamente com a construtora com financiamento pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil.

 

Faixa 1 – Famílias com renda mensal bruta de até R$ 1.600,00.

Faixa 2 – Famílias com renda mensal bruta de até R$ 3.275,00.

Faixa 3 – Famílias com renda mensal bruta acima de R$ 3.275,00 até R$ 5 mil.

 

Fonte: Portal Brasil


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo