STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

08/09/2011 09h23

Tilápias do RN serão rastreadas

Todas as sete toneladas de tilápias terão um sistema de rastreamento, que fornece dados precisos sobre a qualidade e a procedência do produto.

notícias relacionadas

Primeiro foi a carne bovina, depois as frutas tropicais e agora a tilápia produzida no Rio Grande do Norte também será rastreada. Assim o consumidor ao chegar no supermercado, poderá identificar todas as informações sobre a origem do produto, a empresa produtora e os elos da cadeia.

Todas as sete toneladas de tilápias que a Associação de Aquicultores do Apodi (Aquapo) produz mensalmente terão um sistema de rastreamento, que fornece dados precisos sobre a qualidade e a procedência do produto. Atualmente, toda a produção da associação é direcionada para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que adquiriu 32 toneladas esse ano.

A associação faz parte do programa da Incubadora do Agronegócio de Mossoró, implantado pelo Sebrae-RN em Mossoró em parceria com a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). A iniciativa é pioneira na área e está sendo viabilizado através do Sistema Brasileiro de Rastreabilidade do Pescado (SIBRAP), um programa de computador que dá apoio à aquicultura.

Através do software, o produtor pode inserir todas as informações referentes ao cultivo e captura do pescado e o acesso às informações é feito on line, através de um site na internet ( www.id-pesc.com). O cadastro da Aquapo sistema está sendo intermediado pela incubadora, criada em outubro de 2007 e que atende atualmente a 19 empresas.

O software foi desenvolvido pela Aquabio Aquicultura, empresa atendida pelo programa SebraeTec, voltado para micro e pequenas empresas que buscam ferramentas na área de inovação e tecnologia. "O SIBRAP organiza informações como quem é o produtor/pescador, espécie, procedência do pescado, tipo e método de cultivo, insumos e medicamentos utilizados", explica o diretor da Aquabio Aquicultura, Francisco Pedro Guilherme Neto, informando que o software já tem registro no Instituto Nacional de Patentes (INPI).

Além de promover a rastreabilidade do pescado, o sistema possibilita ainda a compra e venda do produto através do mercado livre. Com o novo sistema, todo o pescado produzido pela Aquapo receberá um lacre e uma etiqueta impermeável e autocolante em sua embalagem que vão possibilitar o rastreamento, através do lote do produto, obter informações sobre a procedência das matrizes, método de reprodução, sistema de cultivo, ração utilizadas, medicamentos utilizados, método de abate, entre outras informações.

Para o gerente da Unidade de Tecnologia e Inovação do Sebrae-RN, Bosco Freire, as ações reforçam o papel do Sebrae e parceiros na orientação de empresas no acesso a novas tecnologias. "A incubadora tem essa missão orientar as empresas em processo de consolidação nas áreas de gestão e tecnologia. O propósito do Sebrae é fomentar o desenvolvimento com sustentabilidade e competitividade.

Sobre a consultoria do SebraeTec à Aquabio, o gerente diz que foi um desafio, já que a maioria das empresas que buscam a solução quer aperfeiçoar um processo, enquanto a Aquabio idealizou e queria otimizar um produto. "Isso ratifica que o investimento no SebraeTec vale a pena". O programa soma somente neste ano 500 empresas, que têm acesso à consultoria na área de inovação e tecnologia de forma subsidiada. Metade do valor das consultorias do SebraeTec é custeada pelo Sebrae.

 

Fonte: Agência Sebrae RN


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo