Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

24/07/2012 09h58

Comércio e serviços do RN abrem mais de 5 mil novas vagas de emprego no primeiro semestre

O segmento é, de longe, o que mais abriu vagas no estado.

notícias relacionadas

De janeiro a junho deste ano, o segmento de Comércio e Serviços abriu nada menos que 5.417 novas vagas de emprego com carteira assinada no Rio Grande do Norte. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged), somente em junho, o setor emplacou um saldo positivo de 578 novas vagas, sendo 108 no Comércio e 470 nos Serviços.

No balanço do primeiro semestre, as 5.417 novas vagas foram divididas em 1.308 no Comércio e 4.109 nos Serviços. O segmento é, de longe, o que mais abriu vagas no estado e contribuiu decisivamente para o saldo positivo geral nos seis primeiros meses de 2012 (522 vagas a mais no RN como um todo).

No caso do Comércio, o Varejista responde pelo maior peso no saldo final (foram 1.229 vagas a mais nesta modalide contra apenas 79 vagas a mais no Comércio Atacadista no período). Já no setor de Serviços, o saldo positivo de janeiro a junho foi construído sobretudo pela área de Comércio e Administração de Imóveis (que abriu 2.027 novas vagas) e a de Serviços de Alojamento, Alimentação, Reparação e Manutenção (que respondeu pela abertura de outras 1.049 vagas). Os serviços de Ensino também merecem destaque, com saldo de 718 postos.

"Os números do primeiro semestre ratificam a força do nosso segmento. O número de vagas abertas no Comércio Varejista representa um incremento de cerca de 1,5% no número de empregos que geramos. No caso dos Serviços, este percentual de crescimento é de quase 3%. São incrementos consideráveis, se levarmos em conta o ritmo lento da economia como um todo e, sobretudo a falta de investimentos públicos no caso específico do RN", afirma o presidente da Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz.

O presidente também destaca o fato de que o volume de empregos abertos pelo setor de Serviços, notadamente na área de Alojamento, Alimentação, Reparação e Manutenção, poderia ser bem maior. "É um segmento intimamente ligado à atividade turística que, infelizmente, anda carente de ações mais efetivas do Poder Público. O que temos visto é um declínio nas taxas de ocupação dos nossos hotéis e pousadas, muito em virtude da falta de um trabalho maior de divulgação do nosso destino e também dos investimentos em diversificação da nossa matriz turística e na oferta de uma melhor infraestrutura", diz Queiroz.

 

Fonte: Assessoria FecomércioRN


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo