STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

02/06/2011 15h42 - Atualizado em 02/06/2011 15h48

Superintendente da Infraero no RN diz que reforma foi pensada para atender a demanda já existente e não para Copa de 2014

Usiel Vieria explica que obra do Augusto Severo não foi pensada para a Copa de 2014.

Por: Karla Larissa

notícias relacionadas

O Superintendente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no estado, Usiel Vieira, confirmou que a reforma que vem sendo realizada desde fevereiro no aeroporto Augusto Severo é a mesma citada pelo presidente da Infraero, Gustavo do Vale, entre os investimentos para a Copa de 2014.

Usiel Vieira declarou ao Portal Mercado Aberto, no entanto, que a obra foi feita para atender uma demanda já existente e não visando a Copa de 2014. O superintendente acrescentou que aeroporto de São Gonçalo do Amarante é que foi pensado para Copa e que pelo cronograma ele deve ficar pronto antes da Copa.

Mas de acordo com Vieira, a obra que está sendo realizada é muito ampla e atende todas as áreas operacionais do terminal. "Se assim for decidido o Augusto Severo estará pronto para atender a demanda da Copa", garante.

Segundo Usiel Vieira, a obra está dentro do programado e deve ser mesmo concluída até dezembro. "O que está sendo feito agora é a ampliação do saguão de passageiros, as fundações das novas salas de embarque e desembarque, o centro de excelência em manutenção que está sendo ampliado e a reforma e adequações dos banheiros",detalha.

O superintendente explica que hoje o aeroporto tem capacidade de atender 1.500 passageiros por hora e que após a reforma passaria para 2.566 passageiros por hora. "Esse planejamento foi feito baseado no crescimento dos últimos anos".

Para Usiel Vieira, a confirmação do Augusto Severo como o aeroporto da Copa de 2014 não irá atrapalhar o andamento das obras do Aeroporto de São Gonçalo. "As obras continuam no mesmo ritmo, independente de qual o aeroporto será utilizado", aposta o superintendente.

Vieira ainda acrescenta que a decisão de qual o aeroporto será utilizado para o Mundial não cabe à Infraero, mas sim ao Governo.
As obras no aeroporto Augusto Severo tiveram início no dia 21 de fevereiro deste ano. A vencedora da licitação e responsável pela execução é a empresa paranaense Cima Engenharia. O projeto custará um R$ 16,4 milhões com verbas da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Confirmação
Durante audiência pública na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, o presidente da Infraero Gustavo do Vale, fez uma apresentação dos investimentos nos aeroportos relacionados à Copa de 2014.

Para Natal, ao invés de serem apresentados os dados do Aeroporto Internacional de São Gonçalo, que até então era dado com o aeroporto do Mundial de 2014, o presidente da Infraero anunciou investimentos no Augusto Severo.

Gustavo do Vale apresentou que o investimento previsto seria de R$ 16 milhões e a obra aumentaria a capacidade de 4,2 milhões por ano para 5, 8 milhões por ano. E chegou a anunciar o lançamento do edital para lançado em 1º de agosto, com início das obras em janeiro de 2012.

No entanto, os números apresentados pelo presidente da Infraero são os mesmos relativos à reforma já iniciada no Augusto Severo há quatro meses e que tem previsão de ser concluída em dezembro deste ano.

 

 


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo