STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

27/08/2013 08h30

PROCON faz alerta sobre compra de ingressos para Copa de 2014

O consumidor precisa estar atento à venda indevida dessas entradas, bem como a sua comercialização casada com pacotes turísticos

notícias relacionadas

Os ingressos para a Copa do Mundo de 2014 começaram a ser vendidos no último dia 20 de agosto. Esta primeira fase segue até o dia 10 de outubro de 2013, e para evitar eventuais transtornos, a Associação Brasileira de PROCONs, que representa os PROCONs de todo o país, alerta os torcedores sobre a forma de venda dos referidos ingressos e quais os direitos do consumidor nestas situações.

Segundo as regras estabelecidas pela FIFA, existem quatro tipos de ingressos, sendo a categoria 4 aquela com preços mais baratos, mas com cadeiras localizadas atrás do gol ou nos lugares mais altos do estádio. A meia-entrada somente pode ser comprada por estudantes, maiores de 60 anos e beneficiários do programa Bolsa Família. Demais situações, como professores da rede pública ou privada, doadores de sangue, dentre outros, conforme leis existentes em alguns Estados, não estão contemplados.

Para as demais categorias de ingresso, podem comprar meia-entrada somente os maiores de 60 anos.

As regras da venda não prevêem ainda o direito de arrependimento por parte do consumidor, bem como é proibida a revenda, repasse ou doação do ingresso sem autorização expressa da FIFA. A única alternativa do consumidor é utilizar a plataforma de revenda criada pela organizadora do evento, caso desista de assistir a partida. Havendo a revenda do ingresso, o que não é garantido pela FIFA, haverá a cobrança de uma taxa de 10% sobre o valor do ingresso.

De acordo com Gisela Simona Viana de Souza, presidente da Associação PROCONSBRASIL, o consumidor deve ficar atento às condições de compra e utilização dos ingressos, especialmente no que diz respeito à falta de garantia de que poderá assistir à partida ao lado de seus amigos ou familiares, fato que pode se tornar um transtorno.

O coordenador geral do Procon do Rio Grande do Norte, Araken Farias, alerta para questões ligadas aos cambistas e destaca que é importante que o torcedor compre o ingresso através do site oficial da FIFA para evitar a comercialização de ingressos piratas.

"O consumidor precisa estar atento à venda indevida dessas entradas, bem como a sua comercialização casada com pacotes turísticos", ressalta Araken Farias.

Outro alerta de Araken é no que se refere às tarifas e disponibilidade de leitos nos hotéis, necessidade de cardápios trilíngues em restaurantes, dentre outras exigências.

Se o consumidor tiver alguma dúvida pode entrar em contato com o Procon RN no telefone 3232-6778.

 

Fonte: Procon-RN


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo