Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

19/08/2011 08h26

Sedec divulga nota sobre resultado do leilão de energia

Governo ressalta a liderança do Rio Grande do Norte na instalação de parques eólicos.

notícias relacionadas

O governo do estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), divulgou uma nota na quarta-feira (18) comentando o resultado do leilão de energia eólica e justificando o desempenho do Rio Grande do Norte, que ficou em último lugar na compra de projetos.

Leia abaixo a nota na íntegra:

O Rio Grande do Norte continua como líder do setor de energia eólica no país com o maior número de parque eólicos a serem construídos até 2014 e a maior capacidade instalada. A liderança foi confirmada nos resultados do Leilão de Energia realizado pelo governo federal nestes dois últimos dias.

No acumulado dos leilões já realizados desde 2009, o Rio Grande do Norte conta com 2.178,4 MW de capacidade instalada e deverá ter 79 parques eólicos em diversos municípios do estado.

O Governo do Estado, com a liderança da governadora Rosalba Ciarlini, fez todo o empenho no sentido de habilitar os 75 projetos para participar do leilão e contou com o esforço da equipe do diretor-geral do IDEMA, Marcelo Toscano, do coordenador de Desenvolvimento Energético da Sedec, José Mário Gurgel, e da secretária de Estado da Infraestrutura, Kátia Pinto e suas respectivas equipes.

"Como secretário de Estado fico muito orgulhoso do trabalho da equipe da governadora Rosalba Ciarlini e do potencial econômico do Rio Grande do Norte. Com esse leilão, esperamos mais R$2 bilhões em investimentos, o que representa R$10 bilhões aplicados no setor até 2014", ressaltou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Benito Gama.

Com relação ao desempenho no primeiro dia do leilão, Benito Gama argumentou que a participação da fonte térmica a gás, onde a Petrobras e o Grupo Eike Batista estavam operando, e a atuação da estatal Eletrosul interferiram negativamente na colocação do Rio Grande do Norte. "A concorrência de capital público com o capital privado é algo que não favorece o crescimento da economia. A atuação da Eletrosul foi algo fora do habitual e que merece ser revista nos próximos leilões", analisa o secretário.

Após o resultado do leilão, o governo do Estado se prepara para oferecer toda a infraestrutura e logística necessária para o desenvolvimento dos projetos da cadeia produtiva de energia eólica.

 

Fonte: Sedec


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo