STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

24/03/2011 16h08

Aneel unifica cronograma da eólica e afasta riscos de prejuízos ao RN

O chamado linhão para escoamento da geração de energia deve ser concluído até setembro de 2013

notícias relacionadas

Depois de uma audiência da governadora Rosalba Ciarlini com o presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, nesta quarta-feira (23) foi garantida a unificação do cronograma para a geração, distribuição e comercialização da energia alternativa no Rio Grande do Norte.

A linha de conexão, o chamado linhão, para o escoamento da geração de energia, deve ser concluído até setembro de 2013, e até janeiro do mesmo ano deve ser finalizada também a operação de comercialização.

O entendimento foi feito depois de uma audiência com o Ministro das Minas e Energia, Edison Lobão. "Conseguimos o que viemos buscar", disse entusiasmada a governadora Rosalba Ciarlini que levou também para a reunião, os senadores Garibaldi Alves, Paulo Davim e José Agripino, os deputados Sandra Rosado, Fábio Faria, Rogério Marinho, Paulo Wagner, João Maia, Felipe Maia e Henrique Alves. "Além da tranqüilidade para os atuais, essa garantia atrairá novos investidores", afirmou Rosalba, elogiando a disposição da bancada federal em se unir pelos interesses do estado.

A mudança nos prazos afasta os riscos dos empresários terem que comprar energia para a distribuição, já que havia o desalinhamento do cronograma. A exploração da energia eólica foi destacada pela governadora como uma das mais promissoras atividades econômicas, principalmente, porque inclui a região central, uma das mais castigadas do semi-árido.

"É um investimento concentrado numa região onde não há nada produtivo e que depende da Previdência Social", emendou o ministro Garibaldi Filho. Para o senador Jose Agripino, a capacidade do Parque eólico do Rio Grande do Norte é semelhante ao da usina hidrelétrica binacional de Itaipu, localizada na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. "É semelhante à Itaipu em cima de um modelo novo que é privilégio do RN", frisou. A coordenadora da bancada, deputada Sandra Rosado, também deu um dado significativo: de cada 100 universitários do estado, apenas um é dessa região.

Além de apoiar os investidores, o governo do Estado criará o Centro Tecnológico de Energia Eólica que vai capacitar mais de 10 mil trabalhadores. Serão produzidos cursos como geração de oportunidades à população. O governo federal já assegurou devido ao interesse do País em novas matrizes energéticas.

Estavam também na reunião os deputados federais Fábio Faria e Sandra Rosado e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Benito Gama e empresários do setor de energia eólica.

Fonte: Assecom


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo