Potigás - 03/08

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

24/02/2011 17h49

Usina Alegria I entra em funcionamento com capacidade de geração de 51,15 MW

Inauguração oficial da usina aconteceu nesta quinta-feira (24), em Guamaré.

Por: Lidiane Lins

notícias relacionadas

A usina Alegria I, em funcionamento desde 30 de dezembro de 2010, foi inaugurada nesta quinta-feira (24), em Guamaré. O empreendimento tem capacidade máxima de geração de 51,15 MW. Nesses quase dois meses de operação, a produção da Alegria I já chegou à metade da sua capacidade total, devendo atingir a máxima em meados de agosto, quando os ventos nesta região estão mais fortes.

A usina faz parte do Parque Eólico Alegria, que ainda incluirá uma segunda etapa, a Alegria II. A segunda usina já está em fase de construção. Terá aproximadamente o dobro do tamanho da Alegria I e juntas, as duas terão capacidade de geração de 151,8 MW, o que dará ao parque eólico o status de maior da América Latina.

De acordo com o diretor vice-presidente da Multiner, Hugo Seabra, o cronograma de instalação da usina Alegria II está transcorrendo dentro do previsto e a inauguração deverá acontecer em 27 de agosto deste ano.

"As obras já estão bastante avançadas. Enquanto Alegria I começa a funcionar, estamos concluindo Alegria II, para que ambas estejam em pleno funcionamento e atinjam capacidade máxima de geração de energia ainda em meados deste ano", destacou Souza.

Durante seu discurso, ele enfatizou a importância da parceria com o Banco do Nordeste para a realização do projeto. "Os investimentos feitos através do BNB foram fundamentais o parque. Dos R$ 330 milhões investidos em Alegria I, R$ 250 milhões foram financiados pelo BNB", revelou Hugo de Souza.

O presidente do BNB, Roberto Smith, comemorou a conclusão desta primeira etapa de implantação do parque, enfatizando a sua importância para o desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte e do Brasil, a partir da geração de energia limpa e eficiente.
"Desde o início, acreditamos na produção de energia eólica no RN. Já enfrentamos muitos percalços nessa trajetória e finalmente é uma satisfação ver que todos esses percalços ficaram para trás e que estamos inaugurando uma nova etapa", disse.

Smith também garantiu a continuidade das parcerias que estão sendo realizadas entre o BNB, o governo estadual e a iniciativa privada que atua no Rio Grande do Norte. "Nossa parceria com o RN ainda continuará, cada vez mais forte. No momento, existe cerca de R$ 4,4 bilhões em negociações dentro do BNB para investimentos em energia no estado e a maior parte desse montante deverá ser destinada à eólica", revelou o presidente do BNB.

Para a governadora Rosalba Ciarlini, o momento é de fortalecer as parcerias e estabelecer novas para o desenvolvimento do potencial eólico do Rio Grande do Norte. "Estamos em uma posição privilegiada. Este é o momento de aproveitarmos nossas potencialidades e levarmos o RN em direção ao progresso. Esta será a década de desenvolvimento para o estado", disse a governadora.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo