Seturn - 17/01/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

06/11/2012 08h54

Especialistas em Energias Renováveis abrem Fórum Estadual

No primeiro dia de debates, especialistas falam sobre Biocombustíveis, entre outros assuntos.

notícias relacionadas

As potencialidades do setor energético do Rio Grande do Norte começaram a ser discutidas na última segunda-feira, dia 05, durante o Fórum Estadual de Energia do RN - FEERN, evento que acontece no auditório Robinson Faria, na Assembleia Legislativa do RN. No primeiro dia de debates, especialistas falam sobre Biocombustíveis, produção de Oleaginosas,Cultivo de Microalgas para Produção de Biodiesel e o mercado de gás natural no RN e a atuação da Potigás. A solenidade de abertura foi presidida pelo deputado Fernando Mineiro (PT), que é membro da comissão organizadora do Fórum, além de ser presidente da Comissão de Minas e Energia da AL.

Durante solenidade de abertura, o parlamentar afirmou que a ideia é tornar o Fórum algo permanente, onde empresários, pesquisadores, profissionais técnicos e gerenciais, além de outros interessados no setor da energia, possam debater o assunto, fazer balanços do setor energético, discutir as demandas, os desafios e as potencialidades do estado. "As questões energéticas são o centro do nosso desenvolvimento. A ideia é que possamos realizar este evento de forma permanente. Esta primeira edição fará um balanço do setor e no próximo ano, iremos fazer outros encaminhamentos. Devemos tratar sobre as questões de regulamentação, licenciamentos, taxações", disse Mineiro.

O presidente do Conselho Superior do CTGAS-ER, Flávio Azevedo também esteve presente no evento e destacou a importância das energias eólica e solar. "São um dos maiores vetores do nosso desenvolvimento, tendo em vista que o RN tem muito vento e sol praticamente o ano inteiro. O que será discutido neste evento é de fundamental importância", declarou. O gerente geral da Petrobras no RN, Luis Ferradans elogiou a iniciativa do Fórum e destacou a atuação da Petrobras no estado. "Desde 1973 que a empresa está aqui e tem uma história com o RN. É uma indústria que contribui diretamente para o avanço do estado, na busca e no desenvolvimento de novas tecnologias, além da geração de empregos. Desejo a todos muito sucesso neste evento", declarou.

O diretor do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), Jean-Paul Prates destacou que o RN possui uma diversidade de segmentos energéticos, o que oferdce maior conforto para atrair investimentos e gerar repercussão econômica e social. "Éramos um estado importador de energia em 2003 e de lá pra cá, passamos a ser exportador de energia. Hoje já termos vários segmentos de energia, o que é outra qualidade. Conquistamos uma coisa importante, que é diversidade de fontes. Isto inclui biomassa, petróleo, gás, biocombustíveis, energia eólica, solar. O RN cresceu muito e é um estado demandador de energia", declarou.

O representante do Governo, adjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Silvio Torquato apresentou os projetos do Executivo para o setor energias. "O RN mesmo com dimensão geográfica reduzida, se destaca pela pluralidade de energia. A atuação da Petrobras, explorando petróleo em terra e no mar, colocou o estado na cabeça do ranking nacional, no que diz respeito a esta produção. Sobre a fonte eólica, vivemos um grande momento, desde que o Governo Federal realizou leilões. Mais de 35% de toda energia comercializada é do RN, um faturamento de R$ 12 bilhões", afirmou.

O secretário ainda falou sobre a implantação de um Instituto Internacional de Energias Renováveis, nos próximos anos. Segundo ele, tal instituto não irá prejudicar a atuação dos já existentes, mas dará sustentação aos demais. "O Instituto deverá ser instalado em Macaíba e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern) é quem está tocando o projeto", declarou.

 

Fonte: Femurn


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo