STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

21/07/2011 17h55 - Atualizado em 21/07/2011 23h36

Hotelaria natalense fechará julho com desempenho abaixo do ano passado

Mesmo com o mau desempenho, o diretor executivo da ABIH/RN acredita que o número evitou prejuízo aos hotéis.

Por: Felipe Gibson

notícias relacionadas

A dez dias do fim de julho, a hotelaria natalense adianta que o período de alta temporada deve acabar com um desempenho apenas razoável neste meio de ano. A expectativa é que a conta feche com uma ocupação entre 60% e 70% neste mês.

O resultado fica muito aquém do registrado em 2010, quando os hotéis tiveram 85% dos leitos ocupados. Somado a isso, um agravante para os empresários: a média dos preços em 2011 foi parecida com a aplicada para a baixa temporada.

Mesmo com o mau desempenho, o diretor executivo da Associação Brasileira de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN), Pedro Nogueira, acredita que o número teve uma reação positiva, evitando o prejuízo aos hotéis.

"Isso nós devemos ao trabalho desenvolvido pelos operadores, que conseguiram fechar os pacotes. Não depende de forma alguma de promoção, divulgação, ou ajuda e participação do governo", afirma em tom crítico.

De acordo com Nogueira é preciso avaliar os resultados cruzando os dados da média de ocupação e da tarifa aplicada. "Ano passado tivemos entre 80% e 85% com tarifa de alta estação", lembra o diretor da ABIH/RN, ressaltando que os 60% de ocupação de 2011 só foram possíveis graças aos baixos valores dos pacotes.

A diferença entre os números de 2010 e 2011 são explicados por uma série de fatores, que vêm afetando toda a cadeia ligada ao turismo. Pedro Nogueira enfatiza a promoção dos destinos como um dos motivos. "O RN está estacionado neste quesito há algum tempo. É preciso reavaliar a parte de promoção e divulgação", aponta.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo