SSTU

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

15/09/2015 15h48

Para Força Sindical, governo vira as costas ao trabalhador e se curva aos bancos

A entidade sindical também criticou a proposta de reativação da CPMF e pediu mais diálogo do governo com a sociedade para enfrentar a crise

notícias relacionadas

A Força Sindical criticou hoje (15) as medidas econômicas anunciadas ontem pelo governo para reduzir despesas e aumentar receitas. De acordo com a central sindical, o pacote é uma clara demonstração de que o governo "continua se curvando aos bancos e aos especuladores e virando as costas para os trabalhadores".

"Não podemos nos calar diante deste pacote que, de forma nefasta, transfere os erros econômicos cometidos pelo atual governo para que sejam pagos pela classe trabalhadora. O governo fez a opção errada de política econômica e nós, trabalhadores, não estamos dispostos a pagar esta conta", disse a entidade em nota.

A Força Sindical classifica como "um verdadeiro absurdo" a medida de congelamento do aumento salarial dos servidores públicos. "A atitude da equipe econômica visa esvaziar e precarizar o serviço público".

A entidade sindical também criticou a proposta de reativação da CPMF e pediu mais diálogo do governo com a sociedade para enfrentar a crise. "Entendemos que, ressuscitar a CPMF de uma forma tão atabalhoada é mais um deslize deste governo. Acreditamos que uma reforma fiscal se faz necessária, mas com diálogo e com compromissos que resultem no fortalecimento da economia e no desenvolvimento do país", ressaltou a entidade.

 

Fonte: Agência Brasil


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo