Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

01/10/2012 09h12

Acordo facilita acesso a crédito para enfrentar a seca

Os empréstimos chegam a R$ 100 mil

notícias relacionadas

Para facilitar o acesso às linhas de crédito do Programa Emergencial para Seca 2012, do Banco do Nordeste, dirigentes do Sebrae no Rio Grande do Norte, da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Norte (Faern) e do banco assinaram um acordo de cooperação que prevê a prestação de consultoria técnica no processo de elaboração de projetos de financiamento, pré-requisito para quem quer ter acesso as linhas de crédito da instituição. A parceria faz parte das ações do Programa Sebrae no Semiárido, que irá beneficiar cerca de 1800 produtores potiguares até o fim do ano.

Uma das maiores dificuldades para os produtores rurais é a elaboração da proposta de financiamento, pois falta conhecimento técnico para a elaboração dos documentos. De acordo com o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Jorge Antônio Bagdevê de Oliveira, muitas propostas não chegam nem à fase de avaliação, devido à baixa qualidade técnica. Os empréstimos podem chegar até R$ 100 mil. Se o valor financiado for de até R$ 35 mil, o produtor poderá apresentar um avalista para obter o recurso. Acima desse patamar, o crédito é fornecido de acordo com a garantia real.

Para o diretor superintendente do Sebrae-RN, José Ferreira de Melo Neto, é imprescindível que a situação dos produtores rurais seja analisada, para buscar formas de viabilizar o crédito junto ao banco. "A realidade é que temos muitos produtores em situação de inadimplência ou com irregularidades junto aos bancos. Por isso, a parceria também prevê orientação financeira, com foco na renegociação de dívidas, além do crédito emergencial," destaca.

A ideia é que técnicos do Sebrae ajudem os produtores a elaborar, adequar e entregar as propostas de financiamento ao banco. "A parceria com o Sebrae chega para preencher uma lacuna. Agora, técnicos altamente qualificados irão auxiliar os produtores na elaboração dos projetos. Acreditamos que isso facilitará o acesso às linhas de crédito para os produtores" analisa o superintendente do Banco do Nordeste. Segundo Oliveira, já foram investidos R$ 54 milhões em linhas de crédito voltadas para o enfrentamento da seca. A previsão é que esse volume dobre até dezembro.

Para o presidente da Faern, José Vieira, a parceria é fundamental neste momento de seca. "Vamos divulgar essas ações junto aos produtores e sindicatos em todo o estado. É importante dar oportunidades para o produtor superar esse momento de dificuldades," analisa.

O Projeto de Apoio à Gestão e Convivência com o Semiárido traça diagnóstico e direciona ações, visando oferecer tecnologias apropriadas para o convívio com a seca. Um total de 1.800 empreendimentos rurais serão atendidos pelo projeto, em todo o Rio Grande do Norte. Estima-se que cerca de 1.000 produtores rurais serão beneficiados com as linhas de crédito do BNB até o final do ano.

 

Fonte: Agência Sebrae RN


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo