Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

11/05/2012 14h57 - Atualizado em 11/05/2012 15h01

Preço da cesta básica fica praticamente estável nas duas primeiras semanas de maio

Valor dos itens básicos da mesa da família do natalense variou R$ 0,51 centavos

notícias relacionadas

A cesta básica comercializada nos supermercados e hipermercados de Natal apresenta aumento médio de 0,13% nas duas primeiras semanas deste mês, em relação à última semana de abril.

Na primeira semana deste mês, a pesquisa do Procon Natal havia registrado redução média de 0,58% em relação à última semana de abril. Já nesta segunda semana, a variação foi positiva (+1,31%) em comparação à semana anterior.

O custo médio da cesta básica para consumo mensal de uma família de seis pessoas – quatro adultos e duas crianças – que estava em R$ 395,32 no final de abril/2012, caiu para R$ 390,72 na primeira semana de abril, subindo para R$ 395,83 nesta segunda semana de maio.

A pesquisa é realizada semanalmente pelo Procon Natal em seis (06) supermercados e seis (06) hipermercados da capital. Nas duas primeiras semanas de maio/2012, dos quarenta (40) itens básicos de alimentação e limpeza incluídos na pesquisa, vinte e três (23) subiram nas duas primeiras semanas de maio, doze (12) sofreram redução e cinco – açúcar cristalizado, pão francês, sabonete comum, batata doce e banana pacovã – permaneceram estáveis.

Variação quinzenal

Os produtos industrializados e semielaborados caíram 0,43% nas duas primeiras semanas deste mês, assim como os produtos de higiene e limpeza (caíram 0,31%). Já os legumes, frutas e verduras subiram 6,48%.

Os maiores aumentos nesta primeira quinzena de maio foram observados no tomate (subiu 40,8%), seguido pelo jerimum leite (+14,5%), sal refinado (+11,4%), ovos brancos grandes (+8,8%), detergente líquido (+6,7%), laranja pera (+6,6%) e feijão carioquinha tipo 1 (+6,3%).

Por outro lado, dentre os doze itens que apresentaram redução de preço, destaque para o chuchu (caiu 7,8%), macarrão com sêmola (-7,4%), creme dental de 50g (-5,9%), carne bovina de 2ª (-4,9%) e filé de merluza congelado (-4,6%).

 

Variação da semana

Nesta segunda semana de maio, os hortifrútis registraram a maior variação (+5,5%, em média), seguidos pelos produtos industrializados e semielaborados (+0,96%) e pelos produtos de higiene e limpeza (+0,62%).

Dos quarenta (40) itens básicos de alimentação e limpeza incluídos na pesquisa, vinte e sete (27) subiram na segunda semana de maio e treze (13) sofreram redução.

Os maiores aumentos da semana ocorreram no tomate (subiu 23,4% em uma semana), jerimum leite (+12,6%), detergente líquido (+11,6%), cebola pera (+10,3%), sal refinado (+8,1%) e ovos brancos grandes (+7,7%).

Por outro lado, dentre os itens que apresentaram redução de preço, destaque para o chuchu (caiu 10,0%), fubá pré-cozido (-5,0%), creme dental de 50g (-4,8%), filé de merluza congelado (-3,8%) e batata comum (+3,5%).

Preço da cesta básica por estabelecimento

Segundo ponderação dos técnicos do Procon Natal, a cesta básica mais barata nesta segunda semana de maio era a do supermercado Nordestão Salgado Filho (R$ 362,38).

A diferença percentual entre o maior valor e o menor valor da cesta básica nos diversos estabelecimentos, era de 17,3%, correspondendo a R$ 62,72 (sessenta e dois reais e setenta e dois centavos).

 

Fonte: Procon Natal


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo