STTU 06/05/22

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

10/06/2011 20h23

Feirão é aberto com expectativa de fechar mais de R$ 500 milhões em negócios

Superintendente da Caixa, Roberto Linhares, conta que evento movimenta imóveis de todos os padrões.

Por: Felipe Gibson

notícias relacionadas

O Feirão da Casa Própria deve fechar mais de R$ 500 milhões em negócios desta sexta-feira (10) até domingo (12) no Natal Norte Shopping. O valor é estimado pelo superintendente da Caixa Econômica Federal no Rio Grande do Norte, Roberto Sérgio Linhares, que acredita no evento movimentando desde imóveis inclusos no programa Minha Casa, Minha Vida, quanto unidades construídas em empreendimentos de alto padrão.

"Temos oferta para atender a quem tem necessidade de imóvel, independente da renda", enfatiza o superintendente da Caixa no RN. Na 7ª edição do Feirão, os valores das unidades habitacionais variam de R$ 57.900 a R$ 450 mil. Roberto Linhares informou que são ofertados 12.500 imóveis, dos quais 10.200 estão inclusos no Minha Casa, Minha Vida.

As unidades do programa do governo federal representam R$ 880 milhões dos R$ 1,4 bilhões que totalizam os imóveis comercializados no Feirão da Caixa. Para Linhares, a marca de R$ 500 milhões em negócios alcançada no ano passado será superada naturalmente. "Não haverá dificuldade em suplantar esse valor. Se hoje já temos um bom movimento, imagino na tarde e noite do sábado", disse o superintendente.

Em relação aos locais dos empreendimentos, Linhares explica que os imóveis de alto padrão estão concentrados em bairros como Lagoa Nova, Tirol e Cidade Satélite. Os de padrão médio são vendidos no município de São Gonçalo do Amarante, bairro do Planalto e zona Norte, na capital potiguar. A cidade de Parnamirim também tem imóveis no evento.

Procura é pelo bom e barato

Nos corredores do Natal Norte Shopping, 33 construtoras e 14 imobiliárias expõem 55 empreendimentos ao público. Com a maioria dos imóveis pertencendo ao programa Minha Casa, Minha Vida, a procura dos visitantes tem por apartamentos e casas que aliam as qualidades do bom e barato.

O cabelereiro Bruno Rafael Santos, por exemplo, procura um imóvel para morar junto com mulher e filha. O interesse ficou em uma casa de R$ 53 mil localizada em um condomínio de casas no município de São Gonçalo do Amarante. "O que atraiu foi o preço e a qualidade. A casa é bonita e boa, pelo menos por foto", afirma.

O imóvel que despertou a atenção de Bruno custa R$ 63 mil e tem 54 metros quadrados, com 200 m² de terreno. O corretor Antônio Nôga explica que a facilidade de crédito tem atraído uma demanda forte para empreendimentos como esse. "Fica mais fácil para se adequar a renda", afirma.

Já a dona de casa Maria Amélia Nóbrega estava de olho em um apartamento no bairro do Planalto, onde ela e o marido poderão ficar mais próximos do trabalho e da família. Amélia recebeu assistência do cunhado e irmã para fazer a escolha.

O cunhado e gráfico Luiz Carlos Martinez, conta que a família veio do município de Pureza há cinco anos e reside em casas alugadas. "A ideia é sair do aluguel e comprar um terreno ou investir de alguma forma", explica.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo