Seturn - 16/11

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

19/01/2011 16h47 - Atualizado em 19/01/2011 16h53

Telefonia móvel fecha ano com mais de 3 milhões de assinantes no RN

RN tem o segundo maior índice do Nordeste em número de linhas por 100 habitantes.

Por: Felipe Gibson

notícias relacionadas

O Rio Grande do Norte terminou 2010 com 3,2 milhões de assinantes de telefonia móvel, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (19) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Seguindo uma tendência nacional, do número de linhas em operação no RN, 88,5% (2,8 milhões) são de planos pré-pagos, enquanto outros 11,4% (374.417) são pós-pagos. Em nível de Nordeste, o estado fica atrás de Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão e Paraíba.

Já na chamada teledensidade, que quantifica o número de linhas para cada 100 habitantes, o RN tem o segundo maior índice do Nordeste, só ficando atrás de Pernambuco. Com 101,33 linhas de telefonia móvel para cada 100 habitantes, o Rio Grande do Norte se mantém entre os 16 estados brasileiros com mais de um celular por habitante.

A operadora TIM é a que mais tem linhas no estado, com 973.132 entre pré-pago e pós pago, o que lhe dá uma fatia de 36,15% no mercado potiguar. Na sequência vêm Claro (844.949 de linhas e 31,39% de participação), OI (798.764 de assinantes e 29,68% de espaço no mercado) e Vivo (74.795 e 2,78% nos índices).

Nordeste

No total, o Nordeste fechou dezembro com 47,7 milhões de linhas, quantidade que representa 23,5% do mercado nacional. São 42,9 milhões (89,9% do total) de planos pré-pagos e 4,8 milhões de pós-pagos (10,1% do montante).

Na quantidade de linhas em operação, os três primeiros do ranking regional se sobressaem com larga diferença sobre os demais. Na liderança, a Bahia tem 12,5 milhões de acessos, seguida por Pernambuco (9,3 milhões) e Ceará (7,7 milhões).

Para teledensidade, a região nordestina tem o menor índice do país, com 87,49 linhas para cada 100 habitantes. Logo a frente vem o Norte (89,1), seguido por Sul (108,2) e Sudeste (114,5). A liderança é do Centro Oeste, que tem 124,48 linhas para cada 100 habitantes.

Brasil

O Brasil registrou 202,94 milhões de linhas de telefonia móvel em 2010, com um crescimento de 16,66% em relação a 2009. O número de 28,98 milhões de habilitações registrado em 2010 é o segundo maior dos últimos 11 anos, atrás das 29,6 milhões de 2008. O país cresceu 15,6% na teledensidade, com 104,68 acessos por 100 habitantes.

Dos 167.097.347 acessos em operação, 82,34% são pré-pagos e 17,66% pós-pagos. Em dezembro foram habilitadas 5.410.047 linhas móveis, o maior número de habilitações registrado no último mês do ano nos últimos 11 anos.

No ranking nacional de teledensidade, o Distrito Federal registrou um índice de 177,31 linhas para cada 100 habitantes, o maior do país. São mais de 4,6 milhões de linhas em operação na capital do país. Na sequência está São Paulo com 50,6 milhões de linhas em uso, sendo 121,99 para cada 100 habitantes.

Entre as operadoras, a Vivo segue na liderança com 29,71% de participação no mercado e 60,3 milhões de linhas habilitadas. Em segundo lugar está a Claro com 25,44% do mercado, seguida de perto pela TIM (25,14%), Oi (19,35%), CTBC (0,3%), Sercomtel (0,04%) e Unicel (0,01%).

Os dispositivos com acesso à banda larga via redes 3G cresceram 138,08% no ano. No total foram 20.627.950 acessos em 2010.


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo