Biometria

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

02/08/2018 11h00

Datas comemorativas movimentam o comércio e aumentam as vendas

Empresários e, principalmente, o Microempreendedor Individual (MEI) buscam alternativas e técnicas para estimular o consumo de produtos relacionados com o perfil do consumidor

Em tempos de retração de vendas no comércio varejista, as oportunidades de aumentar as vendas surgem com a proximidade de datas comemorativas, como é o caso do Dia dos Pais que acontece no segundo domingo deste mês de agosto. Ao vislumbrar a melhoria do faturamento, os empresários e, principalmente, o Microempreendedor Individual (MEI) buscam alternativas e técnicas para estimular o consumo de produtos relacionados com o perfil do consumidor. Exemplo disso são as lojas de moda masculina, calçados, artigos esportivos, perfumaria, bebidas finas e cervejas artesanais, entre outras, que estão com suas atenções voltadas para filhos e netos que pretendem homenagear e presentear os pais.

As datas comemorativas potencializam o aumento de vendas e, consequentemente, de lucros para o comércio varejista, seja no âmbito off (loja física) ou online (Internet). Entretanto, é preciso estar preparado para atender a demanda que estes períodos provocam no mercado. Aumentar o estoque, fazer promoções e organizar a logística de vendas e entrega são apenas algumas das ações a serem planejadas pelos lojistas. Planejamento é uma das características mais importantes de um negócio e se organizar para as datas comemorativas ao longo do ano é uma estratégia necessária para alavancar vendas, tornando-se mais competitivo.

De acordo com o segmento do comércio, os clientes muitas vezes esperam as datas comemorativas para realizar suas compras. Baseado neste comportamento do consumidor, o lojista precisa realizar o planejamento para equilibrar o fluxo de vendas e controlar estoques no decorrer do ano, tendo em vista a diminuição das vendas em determinados períodos.

Segundo o consultor credenciado do Sebrae-RN, João Carlos Nagy, o varejo é feito em cima das datas comemorativas, pois são nesses períodos específicos que se tem um maior aumento da procura dos clientes por determinados produtos e serviços. Com o objetivo de presentear os homenageados das respectivas datas comemorativas, como Dia das Mães, dos Pais, das Crianças e até dos Namorados, toda a família se envolve na escolha e na procura pelo presente ideal, aumentando o consumo dos estoques de produtos de ocasião.

Especialista em Vendas e Marketing, João Carlos Nagy, explica que a busca de um produto pelos clientes deve ser estudada de maneira prévia, entendendo e avaliando aquele público alvo e suas necessidades e desejos. "Quanto mais se entende o cliente, melhor será o atendimento das suas necessidades e, consequentemente, maior será a possibilidade de ampliar as vendas. Trabalhar a fidelização do consumidor é um fator primordial para uma maior e melhor promoção de vendas", ensina Nagy.

Os empresários se preparam a cada período, planejando e organizando a logística para determinado público na época mais adequada. O planejamento geralmente é feito em cima de promoção de vendas, o que leva o empresário a botar em prática os seus conhecimentos e técnicas. No caso do Dia dos Pais, roupas e artigos masculinos deverão ser trabalhados com criatividade, a partir de uma ação pensada no macro, desde os modelos dos produtos personalizados para pais e filhos até a organização dos mesmos nas vitrines e expositores das lojas, visando garantir um ambiente mais atrativo para seus clientes.

João Carlos Nagy adverte que promoção de vendas não é o ato de reduzir o preço do produto e sim promover a venda, ação que pode ser viabilizada e executada de várias formas. A diminuição do preço é uma das formas de promoção, mas que não agrega valor e nem sempre traz resultados satisfatórios. A promoção "Leve 4 e Pague 3" é um dos tipos de estratégia promocional que provoca a sensação de ganho ao cliente, na medida em que se sente mais estimulado a comprar mais de uma peça.

A inovação é essencial para executar as técnicas de vendas, tendo em vista alguns aspectos importantes como a marca, a ambientação da loja, a vitrine e a exposição dos produtos. O consultor especializado em Vendas e Marketing, João Carlos Nagy, garante que a vitrine é responsável por 70% das vendas de uma loja e o conforto do ambiente leva a uma maior permanência do cliente naquele espaço. Tudo isso potencializa as vendas e resulta no aumento do faturamento, sobretudo em períodos de grande fluxo de consumidores em busca de variedade, qualidade e preços compatíveis com o produto a ser adquirido para presentear ou mesmo para consumo próprio.

*Fonte: Agência Sebrae RN

 


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo