Prefeitura

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

23/05/2017 09h11

Campanha de Vacinação contra Influenza segue até próxima sexta-feira, dia 26

Segundo dados do Setor de Vigilância Epidemiológica do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal, até o momento 105.696 pessoas foram imunizadas na capital potiguar.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza realizada pela Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, segue até o dia 26 de maio. Segundo dados do Setor de Vigilância Epidemiológica do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal, até o momento 105.696 pessoas foram imunizadas na capital potiguar. Natal conta com 74 salas de vacinação, espalhadas nos cinco distritos sanitários da cidade.

A campanha contra a Influenza é destinada aos grupos prioritários: pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; mulheres até 45 dias após o parto; pessoas privadas de liberdade; funcionários do sistema prisional; povos indígenas; profissionais da saúde; portadores de doenças crônicas e não transmissíveis; e os professores das redes públicas e privadas.

Segundo dados do Setor de Vigilância Epidemiológica foram imunizadas 105.696 pessoas, sendo idosos 48.577, que corresponde a 56,89%; gestantes 3.858 (43,36%); puérperas 669 (45,76%); trabalhadores em saúde 11.707 (41,44%); crianças 17.591 (35,60%); comorbidades (portadores de doenças crônicas) 18.676 (60,02%); e, 4.289 professores vacinados até a última sexta-feira (19).

A chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica, Aline Bezerra, faz um apelo à população. "Solicitamos aos grupos aos quem tem direito a vacinação, grupos prioritários, que procurem uma unidade de saúde mais próxima de sua residência para tomar a vacina e ficar imunizado contra a Influenza. Ela é gratuita e muito eficaz".

O que é preciso?
Para receber a vacina é necessário estar munido do cartão de vacinação e, no caso dos idosos, também da carteira de identidade. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam levar, também, uma prescrição médica, especificando o motivo da indicação da vacina. Os professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula devem levar algum documento que comprove a atividade.

Contraindicações
Apesar da vacina ser de suma importância para prevenir a gripe, algumas pessoas precisam ficar atentas porque há contraindicações. Indivíduos com histórico de reação alérgica grave a proteína do ovo, crianças menores de seis meses e quem está com doenças febris agudas não devem receber a vacina.

 


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo