Natal Card - Gif Agosto

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

24/03/2017 14h46

Projeto Leite e Genética recebe novas adesões de bovinocultores

O projeto oferece consultorias, atendimentos e técnicas reprodutivas, como inseminação artificial e fertilização in vitro, com subsídios de até 70% para os pecuaristas participantes

Pecuaristas de todas as regiões do estado interessados aperfeiçoar o padrão genético do rebanho já podem participar de uma iniciativa do Sebrae no Rio Grande do Norte, que visa dar suporte técnico aos bovinocultores. O Projeto Leite e Genética, desenvolvido pela instituição com execução do Instituto BioSistêmico (IBS), está com inscrições abertas para novas adesões até o dia 31 deste mês. É a oportunidade para o pecuarista potiguar receber consultorias tecnológicas com foco na elevação da produção e produtividade da carne e leite bovino. As inscrições podem ser feitas nos pontos de atendimento do Sebrae em Natal e no interior, nas cidades de Assu, Apodi, Caicó, Currais Novos, João Câmara, Nova Cruz, Mossoró, Santa Cruz e Pau dos Ferros. Informações podem ser obtidas por meio do telefone  84 3616-7853.

Desenvolvido há mais de cinco anos, o projeto tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento genético da bovinocultura de leite e corte no Rio Grande do Norte, além de identificar, organizar, estruturar e melhorar, de maneira estratégica a oferta de leite e carne. O projeto contempla o CRIATF Leite e Corte, que oferta atendimentos com rufião Móvel e Vaca Móvel, além inseminação artificial dos bovinos, e o Gene Leite e Gene Corte, que faz a técnica da fertilização in Vitro. O Sebrae custeia 70% do valor das consultorias prestadas na propriedade e o produtor entra com 30%.

Para apresentação do Leite e Genética aos pecuaristas do Rio Grande do Norte, o gestor do projeto Acácio Sânzio de Brito e o coordenador técnico do IBS na região Nordeste, Fernando Gomes, estão percorrendo o Estado desde o início do mês de março. Até o final deste mês, eles terão apresentado o projeto em 28 municípios. Para a rodada de apresentações, a equipe tem contado com o apoio estratégico dos escritórios regionais do Sebrae, instalados em oito cidades polo no interior do estado. Além disso, também estão sendo realizados dias de campo em algumas cidades para demonstração prática da metodologia de trabalho.

De acordo com Acácio Brito, a receptividade dos produtores tem sido excelente e as expectativas são boas para novas adesões. "Temos apresentado os bons resultados do projeto, já chegamos a 6 mil bezerros nascidos, com evolução do nível de concepção das matrizes, passando de 20% para 53% a média dos índices de prenhez nos rebanhos das propriedades atendidas. Graças ao melhoramento genético em curso, saímos da condição de importador de genética e passamos a comercializar genética para outros Estados. O trabalho desenvolvido ajuda a agregar valor aos animais dos nossos criadores", destacou.

Para o produtor Marcelo Vitor Lopes de Oliveira, do município de Jucurutu, a adesão ao projeto foi fundamental para iniciar o melhoramento genético do rebanho e aprimorar a gestão da propriedade. Há quatro anos, ele aderiu ao projeto e hoje tem bons resultados para compartilhar do CRIATF e do Gene Leite. "As bezerras nascidas de ITAF já deram cria e logo começarão a nascer as crias fruto de Fertilização in Vitro. Graças ao projeto, estou apurando cada vez mais a genética do meu rebanho que produzia 150 litros por dia, no máximo e, depois do projeto, alcancei até 300 litros por dia. Além disso, vendo os machos nascidos de IATF o que incrementa o lucro da propriedade", relatou. No manual do produtor, disponibilizado pelo Sebrae/RN, há informações detalhadas sobre o projeto.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias - RN


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo