Natal Card - Gif Agosto

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

27/01/2016 09h49

Indústria da construção potiguar encerra 2015 em retração

O principal problema do trimestre, na opinião dos empresários potiguares, foi a inadimplência dos clientes

A Sondagem Indústria da Construção, elaborada pela FIERN, mostrou que a atividade do setor no Rio Grande do Norte, permaneceu em queda em dezembro, atingindo o menor nível da série histórica iniciada em janeiro de 2010. Todos os indicadores avaliados pelo levantamento mostraram declínio, tanto na passagem de novembro para dezembro quanto na comparação com dezembro de 2014. Quanto às expectativas para os próximos seis meses os empresários da construção sinalizaram pessimismo e a disposição de investir continua baixa.

No tocante aos indicadores avaliados trimestralmente, os empresários continuavam insatisfeitos com a margem de lucro e a situação financeira de suas empresas, e relataram maior dificuldade no acesso ao crédito. Além disso, os preços médios das matérias-primas aumentaram em relação ao trimestre anterior.

O principal problema do trimestre, na opinião dos empresários potiguares, foi a inadimplência dos clientes; seguida pelas altas taxas de juros, pela elevada carga tributária e pela falta de trabalhador qualificado.

Comparando-se os indicadores avaliados pela Sondagem Indústria da Construção potiguar com os resultados nacionais divulgados em 25/01 pela CNI, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, à exceção do principal problema enfrentado pelo setor que, para o conjunto do país continuou sendo a elevada carga tributária (43% das assinalações), enquanto na indústria potiguar foi a inadimplência dos clientes (53%).

Fonte: Fiern


0 Comentário

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo