SSTU

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

26/11/2014 12h59 - Atualizado em 26/11/2014 13h07

Projetos da MRV Engenharia contribuem para redução do descarte de resíduos

Iniciativas da construtora incluem reaproveitamento de materiais gerados pela construção civil, alcançando economia de mais de R$25 mil

notícias relacionadas

Líder nacional do segmento de imóveis econômicos e uma das grandes representantes do mercado da construção civil no país, a MRV Engenharia instituiu 2014 como o Ano da Sustentabilidade na companhia e vem intensificando a implantação de iniciativas que visam minimizar e ou sanar os impactos de suas atividades no meio ambiente. Dentro desse esforço, dois dos canteiros de obras  na região metropolitana de Natal vem se destacando com mais de 30 projetos sustentáveis, que incluem gestão de resíduos e reaproveitamento de materiais, sendo que um deles, já conseguiu economizar mais de R$25 mil com as ações implantadas.

Segundo o diretor de Produção da Regional Nordeste, Maurício Raso os projetos são desenvolvidos pelos colaboradores dentro dos canteiros, mas também envolvem a comunidade vizinha, como no caso do ponto de entrega voluntária (PEV) instalado na obra do empreendimento Top Life, em Parnamirim. “Trata-se de um local de coleta instalado na portaria da obra onde os moradores vizinhos ao empreendimento podem depositar seu material reciclável, que, posteriormente, é encaminhado pela construtora para os parceiros que darão o destino correto ao material”, explicou.

Os canteiros do residencial Reserva Nova América, em Natal e do Top Life, em Parnamirim, contam com projetos de iluminação que privilegiam a luz natural, pontos de coleta seletiva, secadores de mão, higienização de equipamentos de proteção individual, entre outras ações importantes para garantir a redução de descarte de material e utilização de recursos naturais. “Para que esses resultados sejam alcançados a construtora trabalha a conscientização frequente de seus colaboradores para que adotem uma rotina sustentável. Não adianta ter uma estrutura e projetos efetivos se todos os trabalhadores estiverem envolvidos. Atitudes simples fazem toda a diferença”, completou o diretor.

Processo construtivo

Mudanças no processo construtivo dos empreendimentos da construtora também são de extrema importância para evitar o descarte desnecessário de material.  Por meio da substituição da tradicional laje pré-moldada pela aplicação da laje içada, a construtora consegue economizar na utilização de madeira, além de ganhar em produtividade.

Nesse processo é de extrema importância garantir a parceria com fornecedores e empresas que realizam destinação adequada dos resíduos. “Adotamos a dinâmica de logística reversa com muitos desses fornecedores, devolvendo o material que forneceram, mas que não foi utilizado”, explicou Maurício Raso.

*Fonte: Assessoria de Imprensa


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo