Sesi RN - Escola

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

07/02/2014 14h15 - Atualizado em 07/02/2014 14h49

Espaço Brasil Original gera R$ 95 mil em vendas na Fiart

O crescimento foi de 44% em relação à edição anterior da Feira Internacional de Artesanato

notícias relacionadas

A participação de artesãos atendidos pelo Sebrae no Rio Grande do Norte na 19ª edição da Feira Internacional de Artesanato (Fiart) foi considerada positiva. As vendas do Espaço Brasil Original somaram cerca de R$ 95 mil ao fim do evento. Isso representa um aumento de 44% no comparativo com o que foi comercializado no ano passado. A proposta da loja conceito montada na feira era apresentar produtos manufaturados diferenciados, em termos de acabamento e qualidade, e, sobretudo, com forte apelo regional agregado, tendo como foco a Copa do Mundo da FIFA 2014.

Na avaliação da gestora do projeto Setorial de Artesanato do Sebrae no estado, Jupira Nunes, alguns fatores foram responsáveis pelo crescimento das vendas, como a qualidade das peças, as facilidades para pagamento – cartões de crédito e débito –, a estrutura e localização do estande. “O espaço foi muito bem concebido de forma que chamou a atenção de quem visitava a feira. Mas, tivemos um diferencial fundamental, a qualidade dos produtos, que não faltaram nas prateleiras. O abastecimento era feito a todo momento. Isso mostra que esses artesãos já estão encarando a atividade como negócio e que é imprescindível se profissionalizar”.

A artesã Karina Santos é um exemplo disso. Depois de participar da edição do ano passado da Fiart, decidiu melhorar as peças feitas em renda do sol. “Renovei todos os meus produtos, rebuscando as rendas. Isso agregou mais valor e atraiu mais clientes”, diz a artesã, que há três anos se formalizou como Microempreendedora Individual (MEI). Com o novo direcionamento, Karina Santos faturou R$ 1,6 mil com a comercialização de 35 das 40 blusas e saídas de praias, feitas exclusivamente para a feira.

Além das vendas diretas, Karina também fechou contratos para exportação das peças, que serão comercializadas em Cancun, no México. “Recebi a encomenda e, assim que terminou a feira, comecei a produção para dar conta do pedido. Por isso, avalio o evento como proveitoso pelos negócios gerados durante e também depois”, ressalta a artesã da cidade de Extremoz, região metropolitana de Natal.

Assim como os produtos da MEI, o Espaço Brasil Original reuniu a produção artesanal de diferentes regiões do Rio Grande do Norte, como Natal, Parnamirim, Vera Cruz, Caicó, Timbaúba dos Batistas, Areia Branca, Mossoró, Ceará Mirim e Touros. Entre as tipologias, arte em MDF, vidro, palha de carnaúba, papel artesanal, crochê, fibra de coqueiro, tecido, mosaicos e miniaturas em biscuit, além dos bordados do Seridó e as rendas de labirinto e do sol.

Com o apoio do Sebrae, a Fiart é realizada anualmente em janeiro, no Pavilhão das Dunas do Centro de Convenções de Natal, e reúne, além de produtos artesanais do Rio Grande do Norte e de outros estados, artesãos de diversos países. Nessa edição, participaram da feira, além do Brasil, profissionais de 15 nações: Emirados Árabes Unidos (Dubai), Espanha, França, Índia, Itália, República das Filipinas, Japão, Indonésia, Paquistão, Peru, República Tcheca, Portugal, Senegal, Polinésia Francesa e Tailândia. No total, são 3,8 mil artesãos com artigos em exposição na feira.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias


0 Comentário

Avenida Natal, 6600 - Rodovia Br 101 - Taborda | São José de Mipibú/RN CEP | 59.162-000 | Caixa Postal: 50
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo