SELECT depoimentos.*,usuarios.nome as 'autor', usuarios.email as 'email', usuarios.funcao as 'autorfuncao' FROM depoimentos INNER JOIN usuarios ON (depoimentos.idusuario = usuarios.idusuario) WHERE (depoimentos.ativo > 0) AND (depoimentos.idusuario = 8) ORDER BY depoimentos.datacadastro DESC LIMIT 60,5 Portal Mercado Aberto
RN CARD - 05-09-2016

Tudo sobre economia, finanças, negócios e investimentos

Decisão judicial lança luzes sobre os problemas do transporte público em Natal

22/04/2015 18h10

Na última sexta-feira (17), a discussão da licitação do transporte público ganhou mais um ponto polêmico que já está repercutindo entre vereadores, prefeitura e o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal (Seturn). Uma determinação da juíza Francimar Dias Araújo da Silva garante aos estudantes o direito de pagar a meia passagem estudantil em dinheiro.

A magistrada defende que é inadmissível um prestador de serviço não receber a moeda corrente do país. Se o passageiro que utiliza o transporte e paga inteira tem essa liberdade, porque os estudantes também não haveriam de ter? O tema é delicado e levanta vários pontos que já foram discutidos no projeto de lei que regulamenta o sistema de transporte coletivo da capital.

Se por um lado é direito do cidadão pagar a passagem em dinheiro, a circulação da moeda dentro dos coletivos também é alvo dos bandidos. A proposta da Lei da Bilhetagem Eletrônica, sancionada por Carlos Eduardo em 2013, serviu justamente para retirar grande parte do dinheiro que circula nos ônibus, evitando assim grandes prejuízos aos empresários e também eliminando os riscos dos trabalhadores que sofrerem assaltos. É preciso discutir a quem cabe controlar a venda das passagens, se realmente é o sindicato ou se é o poder público municipal.

O Seturn já anunciou que, assim que for notificado, vai recorrer da decisão. A Prefeitura de Natal, através da Procuradoria Geral do Município (PGM), também afirmou que vai contestar judicialmente a determinação, que deve ser aplicada imediatamente após a notificação do sindicato.

Nesta segunda-feira (20), a Câmara Municipal de Natal aprovou 93 emendas do projeto de lei e tem até cinco dias úteis para encaminhar o projeto final à prefeitura.

 


Aeroporto de Natal pode ganhar nova base de voos da TAM

20/04/2015 18h30

No último sábado (18), o Grupo Latam Airlines, formado pelas companhias LAN e TAM, divulgou o interesse em instalar um novo centro de conexões de voos domésticos e internacionais (hub) na região nordeste. Natal está na disputa junto com Fortaleza e Recife. A capital vencedora será beneficiada com voos diretos para países da América do Sul e Europa.

É nos aeroportos com hub que passageiros e cargas fazem suas conexões para os destinos finais. A capital ganhadora deve ser anunciada até o fim deste ano. O governador Robinson Faria já começou a divulgar o Aeroporto Internacional Governador Aluísio Alves junto ao conselho administrativo da companhia aérea, tendo em vista que a proposta da empresa é criar cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos na localidade escolhida e um investimento de US$ 1,5 bilhão.

De acordo com o ministro do turismo, Henrique Alves, Natal sai na frente da disputa por apresentar uma geografia privilegiada, já que está localizada na esquina do Continente e mais próxima da Europa. A infraestrutura do equipamento também soma pontos positivos na análise, já que é o aeroporto é o único entre os três em disputa com possibilidade de acrescentar mais uma pista de pouso e decolagem com a mesma dimensão da atual, que mede 3.000mx60m.

 


Nova alta de juros nos financiamentos imobiliários preocupa setor da construção civil

17/04/2015 18h08

Os investidores do setor imobiliário agora têm mais um motivo para se preocupar. A Caixa Econômica Federal voltou a elevar os juros de financiamentos contratados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE) para aplicação em habitação. A medida foi divulgada nesta quinta-feira (16) pelo órgão, que responde por 70% dos financiamentos imobiliários do país.

A crise na construção civil ganhou forma em 2014 e trouxe vários prejuízos para o setor, incluindo a eliminação de vários postos de trabalho. Este é o segundo aumento aplicado pela Caixa em 2015, passando de 9,15% para 9,45% ao ano, que equivale a R$ 500 mil, isso para quem não possui relacionamento com o banco. Em janeiro, a Caixa anunciou o aumento das taxas do crédito habitacional também em função das elevações na Selic. Para os correntistas que recebem o salário pelo banco, servidores que também são correntistas e servidores que recebem salário pela Caixa, esse aumento foi de 8,7% para 9%.

A repercussão da elevação dos juros será negativa porque a instituição tem o poder balizador no mercado financeiro, ou seja, os outros bancos deverão seguir a mesma tendência, e subir as suas taxas também. Lembrando que o financiamento imobiliário é um dos recursos mais baratos, tendo em vista que faz parte da política de qualquer governo estimular a aquisição da casa própria, fator que influencia diretamente na geração de emprego e renda em qualquer país.

 


Brasileiros comprometem cerca de 35% da renda mensal na compra de produtos de luxo

16/04/2015 16h49

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que os brasileiros gastam cerca de R$ 18 mil por ano com produtos de luxo. Isso representa uma média de 35% da renda mensal dos consumidores. A pesquisa revela que não existe mais um conceito único sobre o que é luxo, e sim novas concepções: o luxo que é possível e acessível para as pessoas.

A classe C lidera o ranking com 68%, comprometendo 44% do orçamento mensal com esses produtos, o que representa R$12 mil ao ano. Já as classes A e B comprometem apenas 19% do que ganham. No caso da classe A, essa porcentagem equivale a R$ 40 mil por ano, e a classe B consome 36% da renda mensal e R$ 29 mil nesses gastos por ano. . De acordo com a pesquisa, 89% dos entrevistados já consumiram artigos que consideram de luxo pelo menos uma vez, o que equivale a 58 milhões de brasileiros em números absolutos.

Ao contrário do que se imagina, quando o estudo fala em "luxo" não está se referindo a carros, bolsas de grife ou produtos importados, mas sim a um desejo possível, onde o brasileiro consegue comprar o que deseja sem fazer dívidas ou cortar outros itens importantes do orçamento. Ter acesso a coisas simples, como cosméticos, perfumes e roupas de marcas famosas, sair para comer em um restaurante refinado pelo menos uma vez por mês, ou saciar o desejo de um filho por um brinquedo da moda, foram conquistas importantes da classe média ao longo dos últimos anos.

Analisando agora os objetos mais desejados pelas classe A e B, é possível observar que para eles o luxo tem mais a ver com a experiência proporcionada ao invés da compra apenas, como viajar sempre que quiser e passar o tempo ao lado de pessoas queridas.

 


Número de consumidores inadimplentes registra alta em março

14/04/2015 15h39

A inadimplência, que vinha dando uma trégua, ou pelo menos crescendo em um ritmo menor do que em 2014, voltou a subir. De acordo com o banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o número de consumidores com contas atrasadas no mês de março aumentou 3,76% em relação ao mesmo período do ano passado.

As coisas iam caminhando bem até o mês de fevereiro, quando foi registrado um aumento de 2,33% no número de inadimplentes, bem abaixo dos mais de 3% registrados em 2014. O mesmo foi verificado com a quantidade de dívidas não pagas, a elevação em março foi de 3,46%, acima dos 1,81% registrados em fevereiro e semelhante ao crescimento de 3,50% em março do ano passado.

Esse percentual de 3,76% interrompe uma boa sequência na diminuição do aumento da inadimplência no Brasil. Ainda segundo os dados, 54,7 milhões de consumidores estão com o CPF negativado. Isso representa 37,5% da chamada população economicamente ativa, entre 18 e 95 anos, ou seja, de cada dez brasileiros, quase quatro estão com as contas atrasadas.

 


Anterior4|5|6|7|8|9|10|11|12|13|14|15|16|17|18|19|20|21|22Próxima

Av. Senador Salgado Filho, 2190 - Ed. Portugal Center - 207/209 - Fone: (84) 3206-9578
2010 ® Portal Mercado Aberto. Todos os direitos reservados.
ponto criativo